sábado, 3 de março de 2012

AS PEGADAS DE JESUS !

                         
                        AS PEGADAS DE JESUS !



São tão grandes e vibrantes as irradiações de amor, das grandes almas, que suas pegadas santificam o solo onde eles deixaram suas marcas.

Aquelas paragens por onde Jesus andou ficaram saturadas das luminosas vibrações do amor do Cristo, e todos os lugares por onde Ele caminhou, assimilou as radiações de seu imensurável amor. 

Betânia, o Monte das Oliveiras, o Horto de Getsêmani, a Fonte de Siloé, o Poço de Sichen, o Lago Tiberíades, e até o Monte Gólgota adquiriram contornos maravilhosos que os séculos não puderam apagar.

Cada arbusto, cada árvore, colinas, montanhas, vales, rios e riachos, até as flores silvestres, guardaram as íntimas vibrações de amor do Homem Luz. 

As exteriorizações radiantes do puríssimo espírito do Cristo, ficaram impregnadas nos lugares onde Jesus caminhou. E toda a Natureza, na proximidade das andanças do mestre, guardou como cofre sagrado a misericórdia, piedade, ternura e bondade daquela alma de diamante.

Por qualquer lugar que o Cristo fosse, havia almas pisoteadas pela brutalidade da inconsciência humana. E, Jesus, era o santo bálsamo para toda dor. 

Olhos sem brilho, corações soluçantes de angústia, mãos trêmulas de frio e de fome, eram quadros pintados a fogo para a doce alma de Jesus.

Por onde Jesus andasse ficava um corpo curado, uma alma consolada, uma esperança renascida, um bem plantado, e um fogaréu de amor em corações enternecidos.

Jesus queria aniquilar a dor do mundo... consolar o coração da humanidade!

E Jesus apaziguava ódios, serenava angústias, enternecia almas sofridas, deixava perfume de santidade em corações amargurados.

Ai daqueles que utilizam as coisas santas para proveito próprio, que lucram com o engano, que mantém as multidões na ignorância e no embrutecimento. E a humanidade, ontem como hoje, têm os falsos profetas, enganadores da boa fé alheia, que usam o nome de Deus para tirar proveito.

Jesus combateu a mentira, desmascarou os hipócritas vendilhões das coisas santas no Templo de Jerusalém, ensinou a beleza da honra, a conduta reta, o amor incondicional, a santidade da pobreza, deixou o imorredouro ‘Amai-vos uns aos outros” e mostrou a beleza do sacrifício em prol do próximo, e a salvação pelo altruísmo!



          Ismael de Almeida



                          http://disseoanjodeluz.blogspot.com



Obrigado por incluir o nome do autor e o link do site quando repassar esta mensagem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...